O Pr. Gilson Soares dos Santos é casado com a Missionária Selma Rodrigues, tendo três filhos: Micaelle, Álef e Michelle. É servo do Senhor Jesus Cristo, chamado com santa vocação. Bacharel em Teologia pelo STEC (Seminário Teológico Evangélico Congregacional), Campina Grande/PB; Graduado em Filosofia pela UEPB (Universidade Estadual da Paraíba); Pós-Graduando em Teologia Bíblica pelo CPAJ/Mackenzie (Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper). Professor de Filosofia e Teologia Sistemática no STEC. Professor de Teologia Sistemática no STEMES, em Campina Grande - Paraíba. Pastor do Quadro de Ministros da Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil (AIECB). Pastoreou a Igreja Evangélica Congregacional de Cuité/PB, durante 15 anos (1993-2008). Atualmente é Pastor Titular da Igreja Evangélica Congregacional em Areia - Paraíba.

20 de abril de 2012

O Pastor Gilson Responde Sobre o Anjo da Igreja no Apocalipse


O PASTOR GILSON RESPONDE:
QUEM É O ANJO DA IGREJA NO APOCALIPSE?

Rev. Gilson Soares dos Santos

PERGUNTA:

Em Apocalipse 2.1,8,12,18 encontramos:

1 Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:
8 Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto e reviveu:
12 Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois gumes:
18 Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente:

Em  Apocalipse 3.1,7,14

1 Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Isto diz aquele que tem os sete espíritos de Deus, e as estrelas: Conheço as tuas obras; tens nome de que vives, e estás morto.
7 Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:
14 Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:

Minha dúvida é: A expressão “anjo da igreja” refere-se a um anjo mesmo ou a uma pessoa, ou seja, a homem?
           
RESPOSTA

A expressão “anjo da igreja” refere-se a homem. Deixe-me explicar.

A palavra no grego é “angelos” que pode referir-se a um ser angelical ou a um mensageiro humano. Embora ao longo do livro do Apocalipse a palavra se refira a seres angelicais, neste caso aqui refere-se a um mensageiro humano, pois anjos não são líderes de igreja. Segundo John Macarthur “muito provavelmente esses mensageiros são os sete presbíteros principais que representam cada uma das igrejas.”

Na Bíblia, encontramos textos onde seres humanos foram comparados a anjos:

1 – Em II Samuel 14.17,20 Davi é comparado a um anjo:

“14 Dizia mais a tua serva: Que a palavra do rei meu senhor me dê um descanso; porque como o anjo de Deus é o rei, meu senhor, para discernir o bem e o mal; e o Senhor teu Deus seja contigo.
20 para mudar a feição do negócio é que Joabe, teu servo, fez isso. Sábio, porém, é meu senhor, conforme a sabedoria do anjo de Deus, para entender tudo o que há na terra.”


2 – Em II Samuel 19.27 encontramos outra expressão onde o rei é comparado a um anjo do Senhor:

27 E ele acusou falsamente o teu servo diante do rei meu senhor; porém o rei meu senhor é como um anjo de Deus; faze, pois, o que bem te parecer.”


3 – Em Malaquias 2.7, encontramos mais um expressão onde homem é comparado a anjo:

“7 Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é mensageiro do Senhor dos Exércitos”.

OBSERVAÇÃO: A palavra mensageiro no hebraico é “mal'ak” que quer dizer “anjo”. E nesse caso é empregado ao sacerdote.


Você vai encontrar outros estudiosos defendendo que o termo “anjo da igreja” refere-se a anjos e não a homens. Para isso utilizam textos como (Dn 10.10-21; Dn 12.1; Mt 18.10; At 12.15; Ap 22.6), mas se você ler notará que são textos que não esclarecem que um anjo possa exercer liderança sobre uma igreja. Orígenes de Alexandria acreditava tratar-se de anjos mesmos, nesse caso, segundo ele, cada igreja tinha o seu anjo particular, o seu anjo da guarda. Mas é possível notar pelo conteúdo de cada carta que não se trata de seres angelicais, mas de homens.

É por isso que, atualmente, os pastores das igrejas são chamados de “anjo da igreja”, numa alusão aos pastores/presbíteros dirigentes das sete igrejas da Ásia. Quando o pastor na atualidade é chamado de “anjo da igreja” deve-se ao fato de que ele é “mensageiro” de Deus, não significando que ele seja “um anjo espiritual” nem que seja o “dono da igreja”.


Espero ter ajudado.