O Pr. Gilson Soares dos Santos é casado com a Missionária Selma Rodrigues, tendo três filhos: Micaelle, Álef e Michelle. É servo do Senhor Jesus Cristo, chamado com santa vocação. Bacharel em Teologia pelo STEC (Seminário Teológico Evangélico Congregacional), Campina Grande/PB; Graduado em Filosofia pela UEPB (Universidade Estadual da Paraíba); Pós-Graduando em Teologia Bíblica pelo CPAJ/Mackenzie (Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper). Professor de Filosofia e Teologia Sistemática no STEC. Professor de Teologia Sistemática no STEMES, em Campina Grande - Paraíba. Pastor do Quadro de Ministros da Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil (AIECB). Pastoreou a Igreja Evangélica Congregacional de Cuité/PB, durante 15 anos (1993-2008). Atualmente é Pastor Titular da Igreja Evangélica Congregacional em Areia - Paraíba.

15 de fevereiro de 2013

Aprendendo sobre evangelização



APRENDENDO SOBRE EVANGELIZAÇÃO

Pr. Gilson Soares dos Santos

Fazer missões, prática de evangelização que faz a igreja crescer. Jesus nos salvou e nos envia para que preguemos o evangelho a outros, a fim de que sejam salvos. Todo aquele que nasceu de novo, e agora vive segundo a Palavra, sente a urgente necessidade de comunicar o evangelho. Alguém afirmou, e com muita propriedade, que “ser bíblico é ser evangelista, pois o evangelho é a mensagem central da Bíblia”.

Vamos estudar um pouco sobre evangelização e missões.

1 – O que é evangelizar

Evangelizar é pregar o evangelho.

2 – Todo crente tem a obrigação de pregar o evangelho?

A – Em Marcos 16.15, o Senhor Jesus dá uma ordem:

“15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”

Se atentarmos bem, aqui temos uma ordem: “ide”. O Senhor Jesus não pediu, ele dá uma ordem. “Ide” é um termo imperativo. Diante dessa ordem sabemos que a pregação do evangelho é uma obrigação.

B – O apóstolo Paulo reconheceu essa obrigação em I Coríntios 9.16,17. Ele diz:

“16 Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho! 17 Se o faço de livre vontade, tenho galardão; mas, se constrangido, é, então, a responsabilidade de despenseiro que me está confiada”. (grifo nosso)

Observemos que o apóstolo Paulo reconhece a missão de pregar o evangelho como uma obrigação que pesava sobre ele, e usa a expressão: “ai de mim se não pregar o evangelho”.

Entendemos, então, que todo crente, todo aquele que nasceu de novo, sente essa responsabilidade.

C – O apóstolo Paulo também reconheceu que a pregação do evangelho é por prazer. Veja o que ele diz em Efésios 3.8:

“8 A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Deus”.

Veja que o apóstolo chama a pregação do evangelho de “esta graça”, ou seja, esse privilégio, esse prazer. A pregação do evangelho é um privilégio.

3 – Quais são as maneiras de evangelização que dispomos?

As maneiras de evangelização são diversas, mas vejamos algumas:

A - Evangelismo pessoal: é o evangelismo feito pessoalmente, explicando o plano da salvação, tirando dúvidas, falando sobre a nova vida em Cristo;

B - Evangelismo coletivo: através de cultos na igreja ou cultos ao ar livre, em auditórios, cruzadas evangelísticas, em ônibus, etc.

C - Evangelismo de massa: nas grandes conferências, nos meios de comunicação de massa, nos megaeventos evangelísticos, etc.

Existem muitos outros meios, mas sempre se encaixam nessas três.

4 – Um novo convertido já está apto a pregar o evangelho?

O novo convertido pode pregar o evangelho, porém, como ainda está aprendendo, deve ser cuidadoso. A maneira de evangelizar é progressiva. Vejamos como um novo convertido já pode evangelizar.

A - Distribuir folhetos: o novo convertido pode começar entregando folhetos, ele não vai precisar dizer nada, somente entregar o folheto, e isso já é uma forma de evangelizar. Para isso, deve perguntar ao seu pastor ou a outro irmão mais experiente sobre o conteúdo dos folhetos, porque existem folhetos cujo conteúdo não é pregação do evangelho.

B - Convidar pessoas a irem à igreja: o novo convertido pode levar visitantes à igreja.

C - Testificar: o novo convertido pode testificar o que Deus fez em sua vida. Como também pode mostrar através do seu comportamento como Deus pode mudar a vida do homem. Isso também é evangelização.

Anunciar o evangelho é necessário. Necessário porque temos essa obrigação; necessário porque é um prazer e necessário porque nos é dado galardão.