O Pr. Gilson Soares dos Santos é casado com a Missionária Selma Rodrigues, tendo três filhos: Micaelle, Álef e Michelle. É servo do Senhor Jesus Cristo, chamado com santa vocação. Bacharel em Teologia pelo STEC (Seminário Teológico Evangélico Congregacional), Campina Grande/PB; Graduado em Filosofia pela UEPB (Universidade Estadual da Paraíba); Pós-Graduando em Teologia Bíblica pelo CPAJ/Mackenzie (Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper). Professor de Filosofia e Teologia Sistemática no STEC. Professor de Teologia Sistemática no STEMES, em Campina Grande - Paraíba. Pastor do Quadro de Ministros da Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil (AIECB). Pastoreou a Igreja Evangélica Congregacional de Cuité/PB, durante 15 anos (1993-2008). Atualmente é Pastor Titular da Igreja Evangélica Congregacional em Areia - Paraíba.

10 de agosto de 2012

Refutando o Espiritismo


REFUTANDO O ESPIRITISMO

Pr. Gilson Soares dos Santos

INTRODUÇÃO

1 – O que vamos estudar

A – Estaremos estudando sobre o espiritismo.

2 – Por que vamos estudar

A – Porque o espiritismo é uma das religiões que mais crescem no Brasil, além de ser a segunda em número de simpatizantes.
B – Porque o espiritismo tem mais de 12 milhões de adeptos no mundo. Somente no Brasil, são mais de 2 milhões.
C – Porque além dos adeptos (seguidores), o espiritismo conta com a simpatia de muitas pessoas de outras religiões, a exemplo dos católicos. Grande parte dos católicos tem práticas espíritas.
D – Porque o espiritismo, que está presente na maioria das novelas e filmes da globo, volta agora com muita intensidade na novela “eterno amor”.

3 – Para que vamos estudar

A – Para que possamos estar preparados a fim de combatermos, pelas Sagradas Escrituras, os ensinamentos espíritas.
B – Para que, preparados pela palavra, fujamos das novelas e filmes promovidos pelos espíritas.

4 – Como vamos estudar

A – Estudaremos um pouco sobre a história do espiritismo.
B – Veremos uma definição do espiritismo.
C – Veremos a divisão do espiritismo.
D – Veremos a classificação do espiritismo.
E – Veremos suas principais doutrinas.
F – Veremos as refutações bíblicas para as suas principais doutrinas.


     Diante do exposto, iniciemos nosso estudo.


I – UM POUCO DA HISTÓRIA DO ESPIRITISMO

1.1    – O espiritismo é uma prática antiga

A – As práticas espíritas existem desde os tempos mais remotos.
B – Na literatura secular é possível encontrar práticas espíritas.
C – Na literatura bíblica encontramos registros de ímpios que praticavam o espiritismo.

1.2    – O espiritismo moderno surge no século dezenove (1848)

A – O espiritismo moderno surge nos Estados Unidos, no século dezenove, com duas irmãs: Margareth e Katherine.

1.3    – Resumo da história das irmãs Katherine e Margareth

Veja como os espíritas contam a história das irmãs

A – Em Hydesville, um lugarejo no estado de Nova York, em 1847, veio morar uma família pertencente a igreja metodista, a família Fox.

B – A família era composta pelo Sr. Fox, sua esposa e duas filhas menores, adolescentes: Margareth e Katherine. Havia outra filha chamada Leah, mas estava casada e morava distante dali.

C – Em 28 de Março de 1848, iniciou-se estranhos ruídos, batidas, pancadas, bastante incomodativas.

D – No dia 31 de Março do mesmo ano, os ruídos vêm com mais intensidade.

E – Foi aí que uma das meninas perdeu o medo e gritou: “senhor pé rachado faça o mesmo que eu”. Ela batia nos móveis e o ‘espírito’ fazia o mesmo.

F – A outra irmã entrou na brincadeira. O acontecimento foi aumentando, atraiu a vizinhança toda.

G – A partir daí nascia as práticas espíritas modernas.

1.4    – O espiritismo moderno, sistematizado em doutrinas, surge com Allan Kardec (1804-1869).

A – Allan Kardec é um pseudônimo. Seu nome verdadeiro: Leon Hipollyte Dénizard Rivail (França, 1804-1869).


B – Foi ele quem sistematizou as principais doutrinas do espiritismo como existem hoje, em seu “Livro dos Espíritos”.


II – A DEFINIÇÃO DE ESPIRITISMO

2.1  – Definição


A – “O espiritismo é uma doutrina filosófico-religiosa baseada na crença da sobrevivência da alma, na existência de Deus e do espírito (com comunicabilidade entre os espíritos ‘desencarnados’ e os ‘encarnados’ e na responsabilidade individual e coletiva, que inclui o dever do aperfeiçoamento moral do homem, das obras e de confraternização mundial"



III – A DIVISÃO E CLASSIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO

     De forma sucinta, a divisão e classificação do espiritismo pode ser a seguinte:

3.1 – O Baixo espiritismo

A – Umbanda, Quimbanda, Candomblé, Macumba, Magia Negra, Cultura Racional, Bruxaria, Ocultismo, Etc.

3.2 – O Espiritismo Kardecista


A – Kardecismo, Legião da Boa Vontade, Racionalsimo Cristão, Magia Branca (Mesa Branca), Ordem Rosa Cruz, Teosofismo, Logosofia.


IV – DOUTRINAS ESPÍRITAS E SUAS REFUTAÇÕES

4.1 – A abominação da consulta aos mortos

A – Os espíritas ensinam que os espíritos desencarnados entram em contato com as pessoas que estão vivas (os espíritos encarnados) através de um médium. O médium é uma pessoa que, segundo o espiritismo, foi beneficiada com o privilégio de mediar entre os mortos (espíritos desencarnados) e os vivos (espíritos encarnados).

B – Esse contato pode ser de dos tipos:

Psicografia: Quando o médium supostamente é tomado pelo espírito de quem já morreu e escreve, ou desenha, algo para os vivos.
Psicofonia: Quando o médium supostamente incorpora o espírito de quem já morreu e comunica, verbalmente, algo aos vivos.

4.2 – A Refutação Bíblica

A – A Bíblia condena a consulta aos mortos (Lv 19.31; 20.6; Dt 18.9-14; Is 8.19,20).

4.3 – A heresia espírita da reencarnação

A – O espiritismo ensina que quando uma pessoa morre seu corpo vai para a sepultura, mas seu espírito (alma) volta para o além. Pode se comunicar com os vivos, através de um médium, porém depois reencarna em outro corpo e volta a viver nessa terra.

B – Para os espíritas, é através de sucessivas reencarnações que o homem é aperfeiçoado, alcançando assim a salvação.

4.4 – A Refutação Bíblica, Lógica, Justa

4.4.1 – Questões Bíblicas

A - A Bíblia diz que o homem só morre uma única vez (Hb 9.27).
B - Se o homem é aperfeiçoado pela reencarnação, então o sacrifício de Cristo foi vão (Hb 10.14).
C - Na parábola do rico e Lázaro não há espaço para reencarnação (Lc 16.19-31).

4.4.2 – Questões Lógicas

A - Na ressurreição dos mortos, a qual corpo o espírito vai pertencer? Tendo reencarnado em vários. (I Ts 4.13-18).

B - Por que o reencarnado de hoje não lembra da vida passada?

C - Imagine um pecador, desesperado por salvação, necessitando de uma resposta urgente sobre isso, como o carcereiro de Filipos, em At 16.31: “senhores, que devo fazer para ser salvo?”, Ouvir: “Daqui a 15 reencarnações você será salvo.”

D - Se houvesse reencarnação, o mundo teria o mesmo número de habitantes desde a criação. Se a reencarnação é tornar a tomar novamente um outro corpo onde havia tantos corpos no principio do mundo? Demais disso, se há 50 anos atrás tínhamos aproximadamente 5 bilhões de almas para se reencarnar depois da morte, então deveríamos ter novamente 5 bilhões de corpos para essas pessoas se reencarnarem! Mas temos hoje mais de 6 bilhões!

4.4.3 – Questões Bíblicas e Lógicas

A - Moisés, 2000 anos depois de sua morte, não estava reencarnado. Elias também, muito tempo depois do seu arrebatamento, ainda não havia reencarnado (Mt 17.1-5).

B - Os que crêem na reencarnação ensinam que João Batista era a reencarnação de Elias. Fica uma tremenda dúvida: Por que a pessoa que apareceu no monte da transfiguração foi Elias e não João Batista, se João Batista era a última reencarnação do Elias?

C - E se pensarmos em Jesus Cristo que segundo Allan Kardec, foi o maior espírito de luz que já veio a esta terra, o que teria feito Jesus para levar uma vida daquela? Morreu como um assassino, pobre, abandonado até mesmo por seus próprios discípulos. Estaria ele pagando algum carma? Se a resposta for sim, então porque teria que paga-lo já que era perfeito, espírito
de luz? Espíritos de luz já escaparam da cadeia das reencarnações!

4.4.4 – Questões Lógicas e de Justiça

A - Se as pessoas reencarnam e se tornam melhores, por que o mundo está cada vez pior? Se a reencarnação é uma lei de progresso como afirmam os espíritas, onde está então uma prova empírica dela? O que vemos na verdade é o contrário do que alega a doutrina espírita. O mundo deveria estar evoluindo tanto moralmente como espiritualmente, mas o que vemos é uma regressão de ambos. Ora, após milênios de evolução humana, será que o mundo não deveria apresentar-se bem mais humano, bem mais desenvolvido humanitariamente? Isto não deveria ser visível? Onde estão os espíritos adiantados provenientes de tantas reencarnações e purificações? A sociologia nega a existência prática desta tese.

B - Se João Batista era Elias reencarnado, por que a morte dele foi pior do que a situação de Elias? Ele foi degolado. Que carma é esse?

4.5 – A doutrina da salvação pelas obras

A – O espiritismo ensina que o homem tem que fazer boas para aperfeiçoar o espírito, somente assim tornar-se-á um ser de luz, alcançando a salvação

4.6 – Refutação Bíblica

A – A salvação é somente pela fé em Cristo Jesus, independente das boas obras (Ef 2.8,9)

B – A salvação é somente através de Cristo Jesus (At 4.11,12)

C – A salvação vem quando o homem confessa a Jesus como Senhor e crê (Rm 10.9,10)

D – Somente o sangue de Jesus pode purificar o homem dos seus pecados, não requer sucessivas reencarnações. (I Jo 2.1,2)


E – Somente Jesus leva o homem a Deus (Jo 14.1-6).